Prefeito quer fomentar economia sustentável

O índio Tariano Clóvis Moreira Saldanha (PT), 44, assumiu no dia 1° de janeiro deste ano a Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira, município mais indígena do Brasil, no noroeste do Amazonas.

Ele inicia a vida política com o desafio de promover a autonomia da cidade, hoje dependente quase que exclusivamente de recursos federais. Com a proposta de tornar a região a mais sustentável do estado, pretende investir em projetos que utilizem de maneira racional os recursos naturais.

Entre eles, projetos de pequena mineração sustentável, baseados na produção artesanal e comunitária de gemas e ouro, feitos por indígenas em suas comunidades, de ecoturismo e fabricação de biojoias, além da compra de produtos locais para a merenda escolar.

Durante a campanha, o então candidato ouviu pedidos de mudanças. O recado foi reforçado nas urnas: obteve 4.649 votos, o que representa 30,19% dos votos válidos. “Como prefeito, terei o maior prazer em representá-los. Sei que almejam mudanças urgentes. É lastimável a situação que se encontra o nosso município. Senhores, o desafio é grande, a extensão territorial do nosso município é imensa, mas se todas as instituições caminharem juntas, a população será beneficiada”, destacou o prefeito, em discurso de posse.

Clóvis Saldanha também ressaltou que o plano de governo será seguido integralmente. “Não podemos mais viver com o caos que está instalado nas áreas da saúde, educação e infraestrutura. Vamos focar também na geração de renda na sede e no interior”, disse.

Prefeito Clóvis Saldanha obteve 4.649 votos - Foto: Divulgação

Prefeito Clóvis Saldanha obteve 4.649 votos – Foto: Divulgação

Município

Segundo dados do IBGE, São Gabriel da Cachoeira tem uma população estimada em 2016 de 43.831 habitantes, com uma área territorial de 109.181,240 km².

Indígenas de 23 etnias habitam a região, que conta com sete territórios. Além do português, outros três idiomas são falados no município – Tukano, Nheengatu e Baniwa.

“Temos muitos motivos para nos orgulharmos do nosso município. Ele possui inúmeras belezas naturais. Possui maior variedade de povos indígenas. Precisamos começar a valorizar o que nós temos, o que somos e traçar nossos próprios rumos na forma de fazer política econômica, na forma de tentar buscar o tão falado desenvolvimento sustentável. Para isso, precisamos que cada um que vive aqui faça sua parte, com atos de cidadania que deem valor, que cada instituição que está sediada aqui faça seu papel”, finalizou o prefeito Clóvis Saldanha.